Páginas

Que Sta Sara abençoe nossos caminhos!

quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Férias

Olá amigos,
Estou fora uns dias, na próxima semana respondo aos comentários!
Um bjo para todos,
Paz, amor e tudo de bom!
Que Sta. Sara cuide de nós...

domingo, 27 de janeiro de 2013

Método da Taça

Queridos amigos,


dia dos namorados

Recebi um e-mail super carinhoso da Nayara Helena Tambosi, me falando de um método que ela conheceu e gostaria de compartilhar.
Achei ótimo, porque ainda não havia publicado esse método aqui no Blog!
Recebeu esse nome pela ordem em que as cartas são dispostas.
5.......................4
....3...............2....
............1.............
............6.............
............7.............

A Casa 1 fala do momento do relacionamento
A casa 2 fala como o consulente está nesta situação
A casa 3 fala como o outro está na situação
A casa 4 mostra o que ajuda, o que favorece neste relacionamento
A casa 5 mostra o que não favorece
A casa 6 mostra um possível direcionamento (futuro próximo) que este relacionamento tomará
A casa 7 mostra o conselho final. Como lidar com o problema, com o relacionamento em questão.
Esse método é simples, mas bem interessante e creio que vocês poderão ter grandes experiências com ele!
Deixo um bjo, muita paz e disposição para todos,
Boa Cartomancia e um bjo de agradecimento  para Nayara!
Obrigada por participar e fazer desse espaço um lugar mais bonito!
Sonia Boëchat Salema

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Uma CRUZ no fim do Petit Lenormand e sua expressão esotérica

O Sinal da Cruz Esotérico

A Ti Alma, pertencem (Testa)

O Reino (Coração)

A Justiça (Ombro esquerdo)

A Compaixão (Ombro direito)

Através dos Ciclos das Gerações…

(Dogma e Ritual de Alta Magia – Eliphas Levi)

36%2520cross

Que a Cruz, mais que sacrifícios e vitórias nos lembre que cada Alma chegou aqui com um karma a ser cumprido.

Ao tocar a testa, despertamos a Alma que está comprometida com todas as ações e reações que se iniciaram em sua jornada, desde sempre.

Ao tocar o peito o coração é despertado, e nos conecta ao amor elemento essencial da alma. Essa relação vertical nos ajusta ao Divino!

Nossa Cruz pessoal é suportada nos ombros, que são horizontalidade da vida, a relação humana, nossa humanidade construída por valores essenciais ao progresso e evolução, Justiça e Compaixão!

Somos passageiros, mas Justiça e Compaixão vivem para além de nossas limitações e nos tornam pessoas melhores ao longo dos “Ciclos de Gerações”!

cruz

A Cruz e o 6 de Paus com sua “Via Crucis”

No meio dela o Homem, e sua divindade, o Divino e sua humanidade!

Bjus!

 

quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

As Cartas falam da Âncora…

anchor-Vintage-Image-GraphicsFairy

No mar revolto das emoções, como é bom avistar o Porto e poder dizer “lançar âncora”!

Queríamos viver uma aventura, e fomos por ai com nossos sonhos na mala, mas após muitos dias no mar, tudo que queremos é um porto seguro.

O homem e sua alma viajante tem necessidade de partir em busca de si mesmo, do outro e das experiências, mas também precisa de uma certa dose de segurança e estabilidade, de possibilidades mais seguras para poder descansar, fortalecer sua estrutura e então lançar-se ao mar outra vez para uma nova experiência.

       B_LN ancora

A Âncora estabelece essa experiência dentro de sua simbologia, traz estabilidade e nos permite vivenciar um momento seguro, uma oportunidade para estabelecer bases seguras para construir algo dentro de nós ou fora de nós.

No fundo do mar, ou descansando sobre as areias da praia ela fixa um ponto de parada para futuras partidas.

Ficar muito tempo ancorado numa ideia, numa estratégia, numa visão de vida pode ser desgastante, tanto ou mais do que a instabilidade contínua. que tal buscar o equilíbrio?

Por outro lado precisamos de algum tipo de plataforma para construir coisas bem concretas, como ter uma casa, um emprego, uma família, um conhecimento sobre algo, coisas que nos confirmam nossa capacidade de lançar raízes no mundo e construir algo que chamamos de nosso! 

                             ancoracegonha

Saber a hora de parar e construir, saber a hora de sair da rotina e simplesmente aventurar-se em outros mares, não seria isso a beleza da vida?

Ficheiro:WInd Rose Aguiar.svg

Rosa dos ventos, com mapas ou sem mapas para seguir, partir ou fixar um ponto nessa imensa experiência chamada vida é sempre encantador, sempre uma aventura para viver com paixão e alma.

Se a Âncora aparecer em seu jogo avalie as cartas ao redor e veja em que aspectos ela te beneficia, ou que alterações precisam ser feitas para que seu navio seja lançado ao mar das experiências novas!

Bjus e muita paz!

sábado, 5 de janeiro de 2013

Baralho da Maria Padilha

Bom dia para quem é do dia, Boa noite para quem é da noite…

Salve a Senhora que anda no Astral descortinando os mistérios que cercam nossa vida terrena. Salve Maria Padilha, uma amiga querida, como tantos outros de seus irmãos Exus e pombo Giras, especialmente minha Guardiã Dona Maria Molambo, a quem dispenso todo meu respeito e admiração!

Esse irmãos que trabalham nas esferas mais densas do plano astral muitas vezes são incompreendidos e confundidos com outras irmãos menos evoluídos do plano espiritual. Mas Exu é luz e assim sendo muito tem a nos ensinar e ajudar a ultrapassar as barreiras da vida terrena, contribuindo com nossa caminhada, as vezes abrindo nossos caminhos, as vezes impedindo que algo nos aconteça e nesses casos inclui fechar nossos caminhos temporariamente. Na Índia temos o Deus Ganesha que traduz esse espirito da mesma forma que esses nossos irmãos.

Faz algum tempo eu comecei a procurar um baralho que viesse pelas mãos de Maria Padilha,mas encontrei simplesmente baralhos de cartas de jogar onde no verso havia uma imagem de Dona Padilha. Mas não era isso que eu buscava, e como nada é por acaso, no primeiro encontro pré- De Keizerin, estive pessoalmente com a Tania Durão e a Prem Mangla que trouxe para o nosso encontro um Deck de Padilha, inacreditável!

Sério queridos, fiquei emocionada! A Prem me apresentou um Baralho encantador, que foi idealizado e produzido pela inspirada Eliane Arthman, que soube traduzir em símbolos a mística de Dona Padilha. Com sua simplicidade simbólica esse baralho nos traz respostas muito objetivas e imediatas da vida prática e da vida espiritual.

As 36 cartas desse tem tem um fundo escuro, e suas figuras são simples expressivas, em tons dourado e vermelho, num tamanho adequado as mesas de jogo e de muito boa qualidade. Aos que sentirem interesse, é só entrar em contato com a própria Eliane pelo site: http://www.facebook.com/baralhomariapadilha?ref=ts&fref=ts

Algumas cartas do deck:

maria1

Espero que aproveitem dessa ferramenta oracular, especialmente os amigos que como eu tem afinidade e amizade com Dona Maria!

Bom fim de semana!

bjs