Páginas

Que Sta Sara abençoe nossos caminhos!

sábado, 17 de janeiro de 2009

Uma Cigana sob a luz do sol e da lua


Uma Cigana sentada no chão, com sua filha ou neta no colo. O que muitas pessoas pensariam disso?
Eu diria que esta mulher forte é cheia de sabedoria de seu próprio destino. Vive a vida como tem de ser, consciente que Deus escreveu nas estrelas as linhas de cada dia de sua vida, por isso de presente deu-lhe o dom de olhar para as mãos e ver em sua linhas o registro karmico de sua história de vida. Pelo mesmo motivo deu-lhe o dom de olhar para as estrelas e não perder o rumo. De escutar a voz da natureza e saber a hora certa de levantar o acampamento e partir em outras direções. Olhando para isso de forma superficial podiriam alguns afirmar que isso não é vida, que são gente acomodada e sem ambição, e assim muitos preconceitos se formam baseados na invejada alegria e liberdade que tem e no medo daquilo que não é possível de ser entendido.
Em quase todos os países que os Ciganos passam muitos equivocos acontecem, pela dificuldade de entendimento das culturas diferentes e pelo próprio desinteresse em entender aquilo que foge ao habitual. A mim parece que para muitos é mais fácil pegar pedras e joga-las contra os ciganos ou outras minorias que construir pontes que liguem as pessoas entre si.
Um dia, se voces tiverem oportunidade de visitar a India verão que esse "jeito" descontrído e alegre é muito comum por lá.É um lugar onde o comercio é praticado no chão das ruas, debaixo de arvores, ao céu aberto, sempre com muita conversa e sorrisos fartos. Essa ciganidade é espalhada pelas ruas no meio de temperos, aromas de incensos,música alta em todos os lugares, roupas multicoloridas e uma grande quantidade de artesãos que se misturam ao povo, trazendo um caos desorganizado e colorido, que que inebriante para os nossos sentidos.
Há vários indícios que os Ciganos tenham vindo de lá, passando pelo Egito e espalhando-se pela Europa e daí chegando até aqui. Eu sinto que está gravado no "DNA cósmico", esse vínculo alegre que trouxeram dessas terras distantes, de onde trouxeram também algumas práticas divinatória e místicas.
Se essa mulher da gravura estivesse na India, talvez em Bombaim, sentada com uma criança no colo, estaria apenas descansando de suas tarefas diarias e ninguem a notaria ali, pois lá as pessoas se vestem mais ou menos assim, e são consideradas de bom gosto. E se essa mesma mulher estivesse aqui no Brasil, o que as pessoas sentiram quando a visse?
Quando desejamos entrar no mundo mágico das artes divinatorias é importante olhar para esse modo de ser dos irmãos Ciganos para aprender com eles. Vivemos apressados, competindo e violando as regras do auto-respeito, exagerando a dose de cobranças pessoais e esforço para alcançar a próprias metas, e esse novo caminho da espiritualidade pede um pouco mais de calma, paz, serenidade, parcerias finas com o mundo espiritual, humildade e paciencia. Este é um trabalho que só se consegue com a ajuda dos irmãos Espirituais!

sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Baralho Cigano Carta 05 Árvore 7 de copas





Carta 05 Árvore 7 de Copas


"Se é para buscar abrigo, que seja sob uma árvore grande." (provérbio chinês)

Este arcano simboliza as correntes energéticas que fluem trazendo vida através de suas entranhas, extraindo com suas raízes profundas e poderosas energia suficiente para gerar flores e frutos, gerar a vida e sua continuidade através das suas sementes. A árvore renova-se constantemente alem de representar a possibilidade de abrigo e sustento para outras vidas. São generosas ao oferecer seus frutos doces, a sombra de sua frondosa copa, e o calor de seus galhos queimados pelo fogo nas belas fogueiras ciganas.
A árvore representa também o sucesso da semente que foi plantada, acolhida pela mãe terra e abençoada pela fertilidade, tendo como resultado o mágico processo de multiplicar-se e gerar a sua continuidade.
“Existe “um ditado popular que diz:” Só se atira pedras em árvore que dá frutos”. Esse é um alerta para nos fazer pensar: tanta energia pode provocar a inveja alheia nos deixando vulneráveis às más influencias. É sempre importante estar atento as perdas de energia, a forma como as pessoas se aproximam de nós, principalmente nos momento em que damos inicio a um novo projeto, pois nesse momento estamos vulneráveis e nem todos que chegam vem com boas intenções, muitos só se aproximam para colher os frutos tendo pouco ou nada para trocar, agindo como verdadeiros parasitas da energia da pessoa.
No ocidente nos acostumamos a cuidar mais da parte exterior do corpo do que do nosso interior, o que acaba gerando uma serie de desequilíbrios. Cuidar da nossa energia é fundamental para ter uma boa saúde, equilíbrio e bem estar, e isso pode ser conquistado cultivando o hábito de pensar positivamente sobre as coisas, buscar uma vida mais saudável, procurando ter momentos para relaxar um pouco e investindo em atividades que nos traga paz e alegria.

Resumo: Carta Positiva
A Árvore informa que neste momento suas idéias, projetos ou propósitos, relacionamentos, tal como uma boa semente, estão prontos para dar bons resultados e obter sucesso e crescimento. Representa as idéias produtivas, a capacidade de estruturar e realizar positivamente o que se deseja. Mostra que no momento o fluxo energético entre a pessoa e seus objetivos é positivo, e que sua saúde energética é boa o que contribui para uma boa saúde de modo geral.

Orientação: Ter uma boa energia é o primeiro passo para termos saúde e sucesso nos nossos empreendimentos. É muito importante cuidarmos adequadamente dos nossos projetos como pequenas sementes que podem produzir grandiosas árvores. Para isso precisamos ter nossos pés bem plantados no solo da realidade enquanto nossa mente se mantém aberta as novas idéias.

segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

Baralho Cigano Carta 04/ A Casa/ Rei de Copas


Carta 04 Casa Rei de Copas

“ A casa é o retrato de seu dono”( Antero Figueiredo)

Todos os dias ao terminar a jornada de tarefas e experiências, especialmente quando elas são desgastantes, vem o desejo de voltar para casa. Quase sempre este “voltar para casa” representa muito mais que o conforto físico que uma casa pode proporcionar. Voltar para casa na maioria das vezes representa o retorno às experiências reconfortantes no campo emocional e afetivo. É aquele bem estar gostoso que sentimos ao abrir a porta e encontrar um ambiente aconchegante e protetor onde somos queridos e reconhecidos como fazendo parte de um grupo.
Num sentido mais profundo a casa retrata a nós mesmos, a nossa estrutura emocional, a personalidade, a busca do auto conhecimento e auto confiança.
Não é incomum, que após uma fase difícil, quando por questões da vida nos esquecemos de nos olhar com amor e cuidado, ou quando a vida torna-se demais exigente e ficamos sem tempo para nós, venha aquela sensação de precisar voltar para casa. Voltar para casa representa o retorno ao nosso eu, a nossa alma, as necessidades secretas, aos sonhos que deixamos para trás e que clamam por serem atendidos.
Nós, como pessoas em eterno desenvolvimento, também precisamos de um cuidado continuo. Como as casas precisamos de manutenção e reformas para sermos agradáveis, precisamos de segurança e estrutura para nos mantermos em pé. Tal como a casa é a morada do homem, o homem é a morada da alma. Esses fatores tornam homem e casa, próximos em significados espirituais.
Este arcano nos coloca diante das delicadas questões do relacionamento familiar, com pais,irmãos, cônjuges e filhos. Esses relacionamentos que invariavelmente são fonte de muita alegria e muitos conflitos, onde aprendemos os primeiros conceitos sobre o eu, o outro e o mundo. É nossa primeira experiência no campo afetivo, nossa chegada ao mundo e a primeira referencia de grupo social. A casa enquanto família nos oferece as primeiras oportunidades de vivermos a rica experiência do amor e do cuidado, fundamental para que possamos amar a nos mesmos e nos tornarmos pessoas saudáveis e felizes.

Resumo: Carta positiva.
A casa representa nosso eu, nosso interior, o lugar onde encontramos satisfação, conforto e proteção, nosso corpo e o cuidado a ele dispensado. No caso do baralho cigano, essa visão estende-se aos demais lugares onde o consulente costuma freqüentar e impregnar com sua energia, tais como seu ambiente de trabalho, seu local de estudos, sua casa espiritual e mais comumente seu ambiente familiar, ou sua família.


Orientação:
Observe se está cuidando com atenção do seu próprio progresso e desenvolvimento pessoal. Estamos sempre necessitando de alguma reforma interior. Quem sabe não é a hora de investir num trabalho de aprimoramento pessoal ou de cuidar com mais atenção de suas relações familiares? Procure dar mais atenção aos conflitos existentes em seu ambiente de relacionamento mais próximo tais como ambiente familiar, profissional ou de estudos.

Baralho Cigano: Carta 03/ Navio


Carta 03 O Navio 10 de espadas

O navio é seguro quando está no porto. Mas não é para isso que se fazem navios.( autor desconhecido)

Esta carta com seus profundos simbolismos representa nossa empreitada pelos mares da vida trazendo as grandes e necessárias mudanças tão significativas para nossa evolução e progresso. Como bem diz o pensamento acima se quisermos uma “segurança” absoluta é melhor nem tirar o navio do porto, estaremos seguros, mas em compensação não viveremos o desafio de abrir o horizonte cheio de aventuras e possíveis alegrias.
O Navio representa o momento em que novos e inesperados acontecimentos cruzam o nosso caminho mudando o rumo das coisas em nossa vida, nos oferecendo a oportunidade de desfrutar experiências que nos levarão a uma transformação pessoal.
Este arcano fortemente influenciado pelo elemento água, que sustenta o “navio” (nós mesmos) fala das emoções que são movimentadas energéticamente ao lidarmos com os novos rumos em nossa vida. O mar como um poderoso arquétipo gerador de vida e movimento, nos informa que estamos sujeitos a variações repentinas e incontroláveis. Nossa vida pode passar de calmarias à tempestades de um momento para outro sem aviso prévio e o nosso navio irá aportar em terras desconhecidas, e como água é vida estamos falando inclusive de saúde, gravidez e maternidade.
Estando ao sabor das ondas somos levados a experimentar tanto as mudanças agradáveis que se concretizam como viagens, mudanças de residência, mudanças de emprego, as sutis mudanças interiores, ou as inesperadas perdas e separações inclusive a “grande viagem” que um dia todos teremos que fazer.
Na Carta 01 O cavaleiro sai em busca de sua “viagem” pela auto-realização, pela sua própria vontade e com poder de decisão. Neste arcano O Navio, sentimos a diferença, por sermos arrebatados de uma hora para outra sem convite prévio, numa viagem que o próprio destino nos oferece como presente para vida.


Resumo: Carta positiva

Representa as mudanças repentinas que acontecem em nossa vida nos oferecendo as oportunidades de viver grandes transformações. São as grandes viagens, mudanças de residência ou emprego, os novos relacionamentos ou condições financeiras que mudam. Representa a saúde e suas transformações naturais.



Orientação:

Confie na vida, pois quando as mudanças surgem em nossa vida pela mão do destino, significa que um Ser maior que nos cuida, dará as coordenadas de nossa viagem. Peça ao seu Guru interior que seja a bússola orientadora desta viagem, e lembre-se que somente navegando novos mares, poderemos conhecer melhor este universo fantástico que somos e no qual vivemos.

terça-feira, 6 de janeiro de 2009

Alecrim, alecrim dourado...


O que escrevo abaixo é uma lenda, lendas são importantes porque falam diretamente ao nosso psiquismo e nos trazem um entendimento claro e bem particularizado da lição e do aprendizado que cada um deve tirar dela: Lenda do Alecrim
Quando Maria fugiu para o Egito, levando no colo o menino Jesus, as flores do caminho iam se abrindo à medida que a sagrada família passava por elas.
O lilás ergueu seus galhos orgulhosos e emplumados, o lírio abriu seu cálice.
O alecrim, sem pétalas nem beleza, entristeceu lamentando não poder agradar o menino.
Cansada, Maria parou à beira do rio e, enquanto a criança dormia, lavou suas roupinhas.
Em seguida, olhou a seu redor, procurando um lugar para estendê-las.
"O lírio quebrará sob o peso, e o lilás é alto demais".
Colocou-as então sobre o alecrim e ele suspirou de alegria, agradeceu de coração a nova oportunidade e as sustentou ao sol durante toda a manhã.
"Obrigada, gentil alecrim" - disse Maria - "Daqui por diante ostentarás flores azuis para recordarem o manto azul que estou usando. E não apenas flores te dou em agradecimento, mas todos os galhos que sustentaram as roupas do pequeno Jesus serão aromáticos. Eu abençoo folha, caule e flor, que a partir deste instante terão aroma de santidade e emanarão alegria.
( Retirei esta Lenda da internet, e dou os créditos para Lucia Helena dos Santos)

Voltando ao Alecrim, esta ervinha mágica tem além de seu poder altamente aromático, e de ser usada em vários trabalhos ritualisticos e de magia, a capacidade de despertar nossa capacidade de concentração, sendo colocada no ambiente de estudos e é ótima para recuperar a energia e a força vital se for usada em chás. Boa Sorte!

sábado, 3 de janeiro de 2009

Santa Sara, um amor de Mãe


Peregrinos levando a imagem de Santa Sara na França









ORAÇÃO DE SANTA SARA KALI


SARA, SARA, SARA, fostes escrava de José de Arimatéia,
no mar fostes abandonada (pedir para que nada nos abandone: amor, saúde, dinheiro, felicidade...)
teus milagres no mar sucederam e como santa te tornastes,
a beira do mar chegastes e o "CIGANOS" te acolheram,
SARA, Rainha, Mãe dos Ciganos ajudaste
e a ti eles consagraram como sua protetora e mãe vinda das águas.

SARA mãe dos aflitos,
a ti imploro proteção para o meu corpo,
luz para meus olhos enxergarem até no escuro (pedir força para os seus olhos, vidência),
luz para o meu espírito e
amor para todos os meus irmãos: brancos, negros, mulatos,
enfim a todos os que me cercam.
Aos pés de Maria Santíssima, tu, SARA
me colocarás e a todos os que me cercam
para que possamos vencer as agruras que a terra nos oferece.

SARA, SARA, SARA,
não sentirei dores nem tremores,
espíritos perdidos não me encontrarão
e assim como conseguistes o milagre do mar,
a todos que me desejarem mal,
tu com as águas me fará vencer (quando a pessoa não está bem e querendo resolver algo muito importante beber três goles de água).

SARA, SARA, SARA,
não sentirei dores nem tremores,
continuarei caminhando sem para assim
como as caravanas passam, no meu interior tudo passará
e a união comigo ficará e,
sentirei o perfume das caravanas que passam
deixando o rastro de alegria e felicidade,
teus ensinamentos deixarás.

Amai-nos SARA,
para que eu possa ajudar a todos que me procurem,
ajudados pelos poderes de nossos irmãos Ciganos,
serei alegre e compreensivo(a) com todos os que me cercam.

Corre no Céu, corre na Terra, corre no Mundo e
SARA, SARA, SARA estará sempre na minha frente,
sempre atrás, do lado esquerdo, do lado direito.

E assim dizemos:
somos protegidos pelos Ciganos e pela SARA
que me ensinará a caminhar e perdoar.


Reze 3 Ave Marias (1ª para SARA, 2ª para os Ciganos e a 3ª para você)